Giovanna Patchwork



Nome: Giovana Mazuco Ramos
Idade: 32
Marca: Giovanna Patchwork
Local: São Leopoldo - RS

"Crafter" como hobbie ou profissão?
Há um ano atrás eu trabalhava fora e conciliava minhas costuras, hoje me dedico somente ao patchwork.

Descreva o seu universo craft:
Tenho um cantinho que está em "construção" dentro da minha casa para ser meu atelier, ali estão guardados todos os materiais e máquinas, mas ainda não está do jeitinho que eu imagino...enquanto isto costuro na mesa da sala, com vista para o jardim da minha mãe que é muito bonito, um enorme pé de jaboticaba.

E foi assim tudo começou:
Acredito que seja genética! Nasci no meio de avós artesãs, uma adorava costurar, e a outra vivia tricotando e crochetando, desde cedo me vi aprendendo segurar agulhas e linhas, com 10 anos já estava fazendo tricô com minha avó, e daí não parei mais, fiz muito tricô, depois fui para o ponto cruz, trabalhei também com tintas e latas fazendo decoupagem, mas me encontrei mesmo foi nas costurinhas, um vício delícioso!



Como a sua marca surgiu?
Herdei da avó que gostava de costurar a máquina Olympia, pé de ferro, super antiga, e uma enorme vontade de costurar, busquei curso de costura e logo de patchwork, não consegui parar mais. Então senti vontade de criar uma loja online para vender meus trabalhinhos, posterior veio o blog, então não quebrei muito a cabeça juntei meu nome com o que amo fazer, deu super certo!

Quais são suas fontes de inspiração?
Revistas e mais revistas, tenho uma coleção delas, a internet também é forte inspiração, mas outra situação que me inspira bastante é reunir meu material, olhar os tecidos e aviamentos, sempre surge aquele "clic"!

Conte sobre os materiais e as cores que mais te encantam:
Gosto de cores, e o patchwork permite brincar com elas. Não adianta, quem costura não consegue sair de uma loja de aviamentos sem um pedacinho daquele tecido que ainda não tem, ou sem aquela fita ou botão...eu tenho sempre muito material extra (aquele que a gente ainda vai precisar), e isto é ótimo na hora de compor as peças.

Quais suas preferências ao criar?
Sempre fui louca por bolsas, então no meu primeiro projeto no curso de patchwork, não pensei duas vezes, fiz uma bolsa em foundation, e de lá pra cá as bolsas de certa forma ficaram meu carro forte. Quando compro um tecidinho logo imagino que modelo de bolsa poderia transformá-lo.



Você trabalha sozinha ou possue uma equipe? Conte um pouco como é sua rotina de trabalho:
Desde o primeiro contato até o envio das peças pelos Correios é feito por mim, com execção dos bordados que minha mãe faz junto comigo para algumas peças. Sou super exigente comigo mesma, sei que pode ser um defeito, mas penso que outra pessoa não saberia fazer da forma como eu gosto. A rotina aqui em casa começa cedo, minha filha sai para escola às sete horas, tomo meu café, confiro os emails, e logo começo a costurar, normalmente funciono melhor no horário da manhã e da noite.

Ao caminhar, quais são seus projetos e ideais?
Quero aperfeiçoar ainda mais meu trabalho, fazer mais cursos, aprender novas técnicas, para assim disponibilizar novas peças também.

Sua sugestão para quem está iniciando:
Fazer cursos, testar em paninhos que não são tão mimosos aquele projeto, ler e pesquisar bastante, afinal com a internet a nosso favor tem muito material disponível aí.


Uma dica(s) sua de artesanato (na prática):
Não ter preguiça de usar o ferro, seja amiga número um dele, e tombe todas as costuras sempre, faz toda a diferença no trabalho.

Na sua opinião qual o diferencial do artesanato do seu país com o artesanato de outras partes do mundo?
Com certeza a diversidade é que faz toda a diferença!

Se você fosse um aviamento, qual seria?
Um botão! Costumo dizer que sou um avestruz, não posso ver botões, tenho vários, de todos os tipos e cores, então seria um bem cute.

Uma pequena lição de vida:
Acreditar naquilo que faz.

Como a internet influencia o seu trabalho?
Influencia diretamente, afinal é a forma como eu divulgo e vendo meu trabalho, sem contar que é uma ótima fonte de inspiração!

Qual o endereço do seu blog?

12 comentários:

Vanessa Biali disse...

Que legal conhecer um pouco mais da Giovana!
A Giovana tem um trabalho lindo e super caprichado. Adoro visitá-la e ver suas artes.
Além de tudo, é sempre muito atenciosa e simpática.
Giovana, sou sua fã!!!
Beijos,
Vanessa

Casa de Lola disse...

Ola Quiane,
linda entrevista parabéns, os trabalhos da Giovanna são lindos mesmo e ela passa a impressão de ser muito feliz, que é o que importa.
Beijos
Lola BH

Sue Paula disse...

Oi, Carine e Quiane!
Lá vou eu conhecer mais uma apaixonada pelas artes. Obrigada sempre por este espaço.
Abracinhos
Sue

Fernanda bordando,pintando e aprendendo disse...

Legal,amei essa entrevista.
O trabalho da Giovana é lindo e ela tem muito amor e dedicação no que faz.
Sucesso Giovana.
Bjinhos.....

*~* Coisas da Bruxinha *~* disse...

Puxa a Giovana alem de fazer coisas muito lindas, ainda é muito bonita, adorei conhece-la mais e saber das suas atividades,

Bjs Leila

Jac Mon disse...

É sempre muito bom conhecer companheiras tão talentosas como as da Giovana. Parabéns a carine e Quiane por esta iniciativa, pra quem está começando, como eu, faz muita diferença ouvir (ler) as dicas, sugestões e comentários.
Parabéns a todas!
Beijo grande!
♥Jac
www.flormosuras.blogspot.com

Jud disse...

Olá,
Parabéns meninas pela escolha, adoro os trabalhos da Giovana e além de tudo ela é um amor de pessoa, sempre solícita e carinhosa com a gente!!
Beijos para as três!!!
Jud-artes.

Giovanna Patchwork disse...

Estou super feliz pela oportunidade de estar aqui, contando um pouco da minha história, obrigado pelo carinho de todas!!

Rosa Albertí disse...

Q legal!!!
Amei seu blog!!
Parabéns!!!
o/

Raquel - artepapel&madeira disse...

Essa minha irmã é meu orgulho! Tudo que ela faz é lindo, apesar de eu ser suspeita pra falar.

Adorei a entrevista!

Beijos!

Jud disse...

Oi Quiane e Carine,
Postei hoje a minha máquina de costura Olympia, a que uso, inspirada na entrevista da Gi e citei o blog de vocês.
Que bom saber que alguem mais tem ou teve esta marca de máquina, pois é muito antiga.
Beijos,
jud-artes.

Luna's Atelier disse...

Oi, Giovanna, como você também vim por influência de minha avó, que fazia croche e patchwork quando nem sabia o que era isso. Tomei gosto pelo bordado, mas quando conheci o mundo dos tecidos me apaixonei. Estou abrindo um atelier e o motivo do nome é uma referência a ela, o sobrenome. Gostei muito de suas dicas. Também estou refazendo meu blog quando quiser dê uma passadinha por lá. Beijos e sucesso.

sharethis