Maripê

Nome: Mariane Prospero Polins
Idade: 32
Marca: Maripê
Local: São Paulo - SP

"Crafter" como hobbie ou profissão?

Ambos, na verdade começou como hobbie quando eu parei de trabalhar e acabou virando profissão.

Descreva o seu universo craft:

É recheado de apetrechos de costura e não desgrudo do meu caderninho de anotações, às vezes acordo e vou escrever nele, na verdade desenhar minhas idéias.


E foi assim tudo começou...

Foi no fim de um ciclo de muito trabalho como consultora de viagens e no começo da minha dedicação como mãe, esposa e dona de casa, mas mesmo acumulando tarefas que consumiam boa parte do meu tempo faltava dar vazão à vertente criativa. Com minha última parcela do seguro desemprego comprei uma máquina de costura e os tecidos, aviamentos e afins foram patrocinados por minha mãe e meu marido, serei eternamente grata aos dois. Daí em diante tomei aulas e leio muito para aprender novas técnicas, ter novas idéias e investir em novos materiais com a renda das minhas vendas.

Como a sua marca surgiu?

Surgiu da abreviação do meu nome com meu sobrenome.


Quais são suas fontes de inspiração?

A Carine e a Quiane! rs Também já comprei muitas revistas de artesanato, ultimamente leio muitos blogs, e pesquiso na internet.

Conte sobre os materiais e as cores que mais te encantam:

Tecidos, tecidos e tecidos. Preciso de muitas variantes de uma mesma família de cores para elaborar meus trabalhos. Prefiro roxo e lilás desde criancinha. Amo a combinação de roxo com amarelo, parece estranho, mas foi uma das primeiras peças que vendi.

Quais suas preferências ao criar?

Prefiro criar algo meu, faço muita pesquisa, mas na hora de sentar para fazer algo o que sai é um pot pourri de tudo o que eu já vi.A idéia inicial era criar bolsas, mas me enveredei por diversos caminhos e agora faço de tudo um pouco, quero me dedicar á um tema só, mas ainda não descobri qual porque prefiro experimentar tudo..

Você trabalha sozinha ou possue uma equipe? Conte um pouco como é sua rotina de trabalho:

Sozinha, nunca gostei de trabalhar em equipe desde o colégio, mas adoro lidar com o público. Ah, queria muito ter uma rotina, poder me dedicar diariamente, mas na verdade é que não tenho rotina! rs Costuro quando tenho um tempo, não tempo livre, isso não tenho nunca, sempre tenho que protelar alguma tarefa para costurar e além disso me dedico à aulas de corte e costura duas vezes por semana.


Ao caminhar, quais são seus projetos e ideais?

Quero ter um ateliê, dar aulas de artesanato para meninas carentes do meu bairro e talvez montar uma cooperativa. Também quero aprender tudinho sobre costura e continuar estudando.

Sua sugestão para quem está iniciando:

Focar a produção em poucos modelos e usar cores que combinam entre si. Também acredito que é importante manter uma rede de relacionamento, criar laços de amizade com as blogueiras para trocar experiências e dicas.

Uma dica sua de artesanato:
Minha dica é simples, trabalhar com margem de costura de 1cm ao fazer patchwork, não vai aparecer, mas quando passar a ferro o caimento da peça fica muito melhor.

Na sua opinião qual o diferencial do artesanato do seu país com o artesanato de outras partes do mundo?

Temos peculiaridades como todo lugar, mas como a cultura do artesanato regional no Brasil é somente oral, é temeroso que um dia ele acabe porque não se tem registros escritos e os jovens se interessam cada vez menos pelas manualidades talvez por não ser uma atividade rentável e demande muito tempo.

Se vc fosse um aviamento, qual vc seria?

Um tecido barrado bem colorido. Uma pequena lição de vida: Adoro a frase: "Aquele que não sabia que era impossível foi lá e fez."Odeio frases prontas, quero registrar outra coisa, mas acho que ainda não vivi o suficiente para dar lição em ninguém! rs

Como a internet influencia o seu trabalho?

Completa e diretamente! É o canal para eu me relacionar com o mundo.

Qual o endereço do seu blog?

8 comentários:

Mariane disse...

Oba!!! Obrigada meninas pela oportunidade, dá um frio na barriga! rs Abç!

Sue Paula disse...

Oi, Meninas!
Adorei conhecer a "Maripê".
Abracinhos
Sue

Fernanda Reali disse...

Conheci o blog da Mariane há pouco tempo e me apaixonei de cara. Adoro as peças que ela faz.Se eu costurasse bem, faria como ela.

Parabéns!
Bjs

Quiane disse...

Amamos ter vc aqui,obrigada pela entrevista!!! Muito fofa vc dizer q somos parte da sa inspiração!!!
Adorei *Ü*
bjus
Quiane

♥ Carine Calé ♥ disse...

Oi Mari,

É uma delícia ter você neste nosso projeto, sua entrevista traz uma lição de vida que eu acho muito importante: "nem sempre nosso futuro está naquela faculdade que cursamos, muitas vezes o talento fala mais alto"... e você descobriu isto muito bem, por isso é que faz sucesso, parabéns!!!

Adoro seu trabalho : )

Beijinhosss
Carine

Regina Artes disse...

Que legal a entrevista e que lindos os trabalhos da Mariane!!!

Beijos!!!

Julia Sáddi disse...

Oi Mari, prazer! Adorei te conhecer melhor e seus trabalhos são lindos, parabéns! Mari, pense e pesquise sobre OnGs ou OCIPs como você se dedica ao artesanato, porque talvez seja melhor do que cooperativa e ainda prevê um salário mensal para você dentro da verba do Projeto. Tudo de bom! Abraço carinhoso, Julia Sáddi

Mariane Prospero Polins disse...

Que delícia! Obrigada pelo carinho e pela aprovação! rs

sharethis